Por que a Roménia, por que o Romeno?

COMEÇANDO DO ZERO


Meu nome é Flávio, moro em Leandro Ferreira, uma cidadezinha no interior de Minas Gerais, Brasil, nasci no dia 05 de maio, não comemoro meus aniversários, mas estou aceitando a minha velhice chegar tranquilamente.

Eu, descalço com 9 anos.
Sou de família humilde, desde criança tive diversos sonhos, uns até absurdos e obviamente impossíveis, como ir pra Marte, ser um "Power Ranger vermelho", ser um astrônomo, astrofísico ou conhecer o Chile. 

Aos 12 anos sem uma explicação fundamental, comecei a gostar de algumas músicas que ouvia no rádio, artistas como, Alejandro Sanz, Ricky Martin, Juan Luis Guerra, Maná, e comecei a cantar (errado) sem imaginar que aprenderia tudo o que nelas diziam.







QUANDO COMEÇOU MINHA OBSESSÃO POR IDIOMAS

Aos 13 anos comecei a usar internet discada, de baixa velocidade, descobri por ela um serviço de atendimento da Embratel que transferia ligações de telefone a residentes de qualquer país do mundo, na verdade nunca consegui falar com alguém, mas ouvia a operadora do país em espanhol dando as instruções no idioma local, pra mim nada era melhor que isso. Comprei um mini dicionário de espanhol, e o copiei até a letra "h" para um caderno, demorei meses para fazer isso, enquanto meu amigos jogavam futebol, aos 14 anos eu falava espanhol com alguma fluência.

Esses anos foram complexos, como a adolescência de qualquer pessoa, complexa e cheia de complexos. Me lembro de poucas coisas dessa época, sei que pintei o cabelo de todas as cores que se pode imaginar e era revoltado com o universo, embora quisesse ser astrônomo.


17 ANOS

Tive uma "namorada" mexicana, uma pessoa com quem vivi uma utopia virtual, com quem aprofundei meu espanhol de uma forma que nunca imaginei. Nesse ano conheci um "irmão" chileno, que me deu fé, que poderia aprender outras línguas e que isso era para mim um dom. Aprendi a fazer leituras em Asturiano e Galego, e por ser bem similar ao português e espanhol o fiz com certa facilidade.


SAÍDA DE CASA

Minha filhinha Gabrielle
com 5 anos.
Vivi tempos difíceis longe de minha zona de conforto, acreditando que poderia viver uma vida melhor longe dos meus pais, podendo trabalhar, sair pra todas as baladas, além de ter total liberdade. Basicamente grande parte de minha personalidade foi moldada nessa época, onde pude aprender diversos valores humanos, além de poder entender sobre confiança nas pessoas e amizade. Logo nas três primeiras semanas morando em Itaúna-MG fui roubado e ao longo do tempo fui roubado mais duas vezes, me quebraram o nariz (com alguma razão), e no final das contas ainda cheguei a dormir por três dias nas ruas a pedir dinheiro, literalmente, voltei pra minha casa pior do que saí, descobri que nesse meio tempo ganhara um presente que é minha filhinha. Admito, nessa época não havia preparação alguma para tantos acontecimentos simultâneos, cheguei a perder 15 quilos, quase nunca me lembrava de comer, escolhi entrar em um estado de recuperação comigo mesmo, um estado de auto-ajuda. Por decisão própria me dedicaria aos livros, aos idiomas, isso durou 7 meses e aprendi Italiano e Catalão.

TRAIASCĂ ROMANIA

O Romeno nasceu pra mim de uma forma curiosa em outubro de 2009 pesquisando musicas pela internet achei VORBE CARE DOR de 3Sud Est, achei a musica bonita com melodia agradável, e me perguntei, "-O que quer dizer isso?". Pesquisando no tradutor a reposta foi Vorbe - palavras/ Care - que/ Dor - ferem (Palavras que ferem). De certa maneira, foi como se eu me sentisse ligado ao país de alguma forma, encontrar algo nessa língua foi praticamente como encontrar uma parte de mim mesmo, como se eu estivesse perdido por muito tempo, com isso imaginei o quanto o romeno poderia ser fácil, faria um teste, se fosse mesmo fácil o aprenderia, levaria a ideia de aprendê-lo adiante.





Com minha irmã Flaviane.
 Em 2010 escrevi durante sete meses árduos e ininterruptos de trabalho, um dicionário de romeno. No mesmo ano, em dezembro em minha pequena viajem pela América do Sul, no Paraguay, encontrei coincidentemente com um casal de romenos, que estavam no mesmo hostel que eu. Eles, tentando se certificar do quanto eu amava o país deles, me perguntaram o quanto eu gostava da Roménia, achei conveniente para os mesmos, cantar  o hino do país... Quando enfim, olhei pra frente, estavam espantados, talvez até mesmo com um ar de medo, com expressões faciais indescritíveis, com os olhos marejados, depois mostrei a eles o projeto para construir esse blog, assim, com a mão no meu ombro ouvi de um deles, que a Roménia é minha casa também e que nunca tinham visto alguém que vivesse o país deles de tal maneira. Impossível me esquecer disso.

 Em 2011 construí esse blog. Ainda não conheço o país, me custa um dinheiro que não tenho, nem por isso, mas porque não quero ir de mochilão, quero ter uma experiência diferente nesse país, para não distorcer o amor que tenho pelo mesmo. Mas hoje é sem dúvidas meu grande sonho.


Estou em uma nova etapa, que é o aprendizado do alfabeto Cirílico a qual já tenho domínio e assim aprender o Russo, que é um desafio diferente, por se tratar de uma língua eslava.


O que eu não aprendi foi inglês, um dia, quem sabe, com muito esforço aprendo. Bem que atualmente ainda não está nos meus planos e admito não ter tanta facilidade com o inglês, por não se tratar de uma língua latina.

Hoje trabalho em uma escola particular prestando serviços na área de T.I. Tenho formação em comércio exterior estudo letras espanhol.



Com a turma do 9° Ano da escola que trabalho.
Em resumo, de tudo que aprendi, de todas as línguas que poderia aprender e todas as pessoas que conheci, descobri que ser honesto, gentil, amável e buscar a felicidade, mesmo que o dia seja completo em decepção, são a fórmula fundamental pra ser uma pessoa de bem consigo, descobri que o caráter move montanhas, as montanhas da vida e o sorriso obstrui as mais densas barreiras da tristeza.
 


     Todas a línguas que aprendi e tudo que estudei não são nada, nunca será nada, o que tenho, mesmo que pequeno, tem muito valor, são meus pais, minha filhinha, e todas essas pessoas que convivo todos os dias, que me fazem bem ou mal. Minha verdadeira gratidão está nisso, os estudos são importantes, mas, nada mais são que um status para me qualificar dentro do que a sociedade exige, mas, todas as coisas, as boas e as más, tem o seu grão de perfeição e todas deram a mim o tempero certo pra fórmula do meu crescimento, como ser humano.




"Seja uma pessoa que valoriza a essência, não a aparência, cultive os valores mais profundos e não caia na tentação de se tornar um "super" em um mundo de estrelas sem brilho próprio."


Roberto Shinyashiki




6 comentários:

  1. Sua capacidade e genialidade são impressionantes! Mesmo com tanto conhecimento já adquirido sei que seu potencial o levará ainda mais longe! Por mais que você descreva tudo o que já conseguiu até hoje, a lacuna ainda se torna impreenchível... O universo é limite para aqueles que desejam conquistar as coisas que almejam, e você vai longe! Receba toda minha admiração!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado de verdade Anna Paula! Me sinto imensamente feliz por seu comentário, mas persisto no conceito de que tudo o que aprendi nunca será nada comparado as pessoas que me cercam, a mim somente isso importa de verdade. São tudo o que tenho.

    ResponderExcluir
  3. As pessoas que o cercam, também estas tem sorte imensa por terem em suas vidas alguém com uma personalidade como a sua. Sorte sua, e deles também!!!

    ResponderExcluir
  4. Honesto, gentil, amável e feliz... Completo de razão e nos esforcemos para isso. Parabéns e obrigado por disponibilizar seus conhecimentos por aqui também... Estou aprendendo esse idioma também, entre outros... Muito belo e interessante esse idioma, próximo do nosso, mas um pouco dificil talvez. Ouco muito essa radio (http://www.romania-actualitati.ro/Podcast) para ir acostumando com o idioma.
    Um grande abraco e vitorias em sua vida! Fica com o Senhor DEUS!
    Alex - alexsantos100@ig.com.br - Sao Paulo - SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Alex! Vou publicar sua indicação em uma nova aba na parte superior do blog chamada Asculta, onde terão várias emissoras de rádio, inclusive a que indicou.

      Excluir